Consulta Pediátrica Pré-Natal

No pré-natal, o papel do pediatra é preparar os pais para o nascimento da criança e para os cuidados que o bebê irá precisar. O ideal é que a primeira consulta seja realizada no terceiro trimestre da gestação.
03 de Julho de 2017
Pre natal.jpg
Olá gente! Hoje vamos falar sobre a importância da consulta pré-natal com o pediatra.
 
O nascimento de um bebê é um momento de muita alegria para a família, mas também um período de muitas dúvidas e ansiedade. A rotina da casa vai mudar completamente com a chegada do recém-nascido. E para esse momento tão especial ser vivido com tranquilidade é preciso muita informação e apoio.
 
No pré-natal, o papel do pediatra é preparar os pais para o nascimento da criança e para os cuidados que o bebê irá precisar. O ideal é que a primeira consulta seja realizada no terceiro trimestre da gestação. Esse momento da consulta é perfeito, pois nesta fase, as mamães estão mais tranquilas para ouvir, ávidas por informação, e ainda não tem um bebê totalmente dependente delas para cuidar.
 
São vários os objetos desta consulta, para o pediatra e para a família.
 
Estabelecer e fortalecer um vínculo entre o pediatra e os pais antes do nascimento da criança. Preparar os pais para o cuidado do desenvolvimento físico e psicológico do bebê que está chegando. Obter informações básicas de grande importância no pré-natal. Discutir os anseios, preocupações e necessidades em relação à criança. Verificar dados sobre a saúde dos pais, hábitos de vida e situações de risco.
 
Esclarecer sobre os tipos de parto e sobre alojamento conjunto. Orientar para os cuidados com os seios e as vantagens do aleitamento materno. Explicar sobre a higiene do bebê e falar das medidas de segurança em casa e no transporte da criança.
 
Discutir sobre os fatores emocionais que possam interferir na estabilidade emocional dos pais, como: emprego, moradia, efeito da chegada da criança na família e o relacionamento com os irmãos.
 
Iniciar a discussão sobre o aleitamento materno, as vantagens, as técnicas e as dúvidas, estimulando a família a falar o que pensa sobre a amamentação; quais são os seus anseios, medos e dificuldades.
 
Identificar se a gravidez é de risco e agir da melhor forma de acordo com cada situação.
 
Apoiar e ajudar os futuros pais no processo de cuidar do bebê e incentivar a iniciação deste trabalho de uma forma prazerosa.
 
Orientar e disponibilizar seu tempo para esclarecer as dúvidas antes e depois do nascimento, abrindo um canal de comunicação e estabelecendo um vínculo afetivo, com profissionalismo, entre os pais e o pediatra do bebê.
 
Enfim! São muitos assuntos e muitos detalhes e, por isso, é tão essencial. Aproveitem ao máximo a consulta e tirem todas as suas dúvidas. 
 
Equipe Pediatria Com Amor
 
Referências:
 
1. Sociedade Brasileira de Pediatria
2. The prenatal pediatric visit. Serwint JR. Pediatr Rev. 2003 Jan;24(1):31-2; discussion 31-2.