VOCÊ CONHECE O PAINEL SENSORIAL?

VOCÊ CONHECE O PAINEL SENSORIAL?
24 de Fevereiro de 2018

 
Desde que fizemos a reforma no consultório e instalamos nosso SUPER PAINEL SENSORIAL muitos pacientes e seguidores têm questionado; portanto resolvemos fazer uma breve explicação do que é o painel sensorial.
 
Não podemos falar de Parede Sensorial sem falar de Maria Montessori e seu método.
 
Maria Montessori foi uma educadora italiana, que através do seu olhar para crianças e pesquisas, percebeu a importância dos sentidos, do desenvolvimento da independência através da experimentação e o aprendizado com o erro.
 
Assim no seu método, o ambiente, as brincadeiras e ensinamentos são baseados no olhar da criança para o mundo. Maria Montessori defendia que “o caminho do intelecto passa pelas mãos” e nada melhor que um painel sensorial para confirmar isso.
 
Mas afinal, o que é o painel sensorial?
 
É um brinquedo montessoriano que se utiliza de texturas, cordas e encaixes para desenvolvimento dos sentidos atenção, memória e motricidade.
 
Para cada idade existe uma dificuldade e estímulo diferente a ser oferecido no painel.
 
Quando pensamos em painéis para bebês devemos colocar texturas diferentes para experimentação, usar materiais que possam fazer algum barulho e até espelhos para a percepção de si mesmo e das expressões.
 

painel menor 3.jpg

 
Para crianças que já ficam em pé e desenvolveram a pinça podemos usar encaixes mais elaborados, rodas, sequencias, fechaduras e elementos surpresas com portinholas.
 
painel maior 1.jpg

 
Lembrando que a ideia é que a criança brinque sozinha e descubra o sentindo e como fazer através do experimento e repetição.
 
Com o quadro sensorial atingimos os 3 pilares do brinquedo montessoriano:
 
- trabalhar um elemento do mundo por vez
- usar materiais adequados para a criança
- que permita a criança perceber o erro e repetir a ação até acertar
 
painel consultorio.jpg

 
Este é o nosso quadro. Fizemos pensando na faixa etária que atendemos. Assim os estímulos de baixo são para bebês que não ficam em pé (até aproximadamente 9-12 meses) e os de cima para crianças que estão desenvolvendo a motricidade fina e a descoberta das sequencias e cores.
 
Um brinquedo simples de fazer e muito rico e divertido para a criança.
 
Gostaram? !! Fica a dica para fazer em casa!
 
 
 
Autor: Dra Natascha Bezerra